O prefeito ACM Neto deu ordem de serviço, nesta terça-feira (17), para início imediato das obras de contenção na Rua Candinho Fernandes, nas imediações da Avenida San Martin, na Fazenda Grande do Retiro. As obras contam com investimento de R$ 12,8 milhões, oriundos do Ministério da Integração, e a previsão é que sejam concluídas no segundo semestre de 2019.

A expectativa é que a contenção da encosta traga mais segurança e qualidade de vida aos moradores, principalmente no período chuvoso. “Esta é uma solução complexa, mas que vai resolver definitivamente o problema desta encosta. A prefeitura resgata aqui mais um compromisso assumido em 2015, naquele período de chuvas que causaram dor às famílias”.

Obras na Fazenda Grande do Retiro devem ser entregues em 2019 (Foto: Divulgação)

Também estiveram presentes na cerimônia o secretário Almir Melo (Seinfra) e o superintendente Orlando Castro (Sucop), além de outras autoridades, lideranças e população.

A intervenção vai ser feita em uma área de 8,5 mil m². Para a contenção, serão utilizadas técnicas de cortina atirantada e solo grampeado. Também serão construídas escadarias drenantes e aplicadas calhas pré-moldadas. A obra é coordenada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), por meio da Superintendência de Conservação e Obras Públicas (Sucop).

Segurança
Atualmente, mais de R$ 40 milhões em obras de encostas são executados simultaneamente. Foi autorizado, nessa segunda-feira (16), o incremento orçamentário de mais R$ 8 milhões em recursos próprios, que vão viabilizar mais dez obras de contenção de encosta. Desde 2013, a prefeitura vem realizando ações para oferecer mais segurança aos moradores de áreas de risco.

Outras 39 áreas de risco estão sendo avaliadas. “Além disso, temos um outro desafio: nesta área, onde fica a garagem da empresa São Luiz, ser implantado o conjunto habitacional para 320 famílias que ficaram desabrigadas aqui devido às chuvas de 2015”, informou o prefeito.

Desde 2013, foram concluídas 47 obras de encostas, sendo sete delas de contenção marítima, com investimento de R$ 54,7 milhões. Outras dez obras estão em execução, sendo duas de contenção marítima, no valor total de R$ 42,3 milhões. Outras sete obras estão previstas para serem iniciadas com investimento de R$ 6,6 milhões. Dos R$ 103 milhões investidos ou empenhados para contenção de encostas, R$ 62,3 milhões são recursos próprios da prefeitura.

Compartilhar