“Ele soltou, a bomba não estourou, aí ele pegou pra bater no pavio e explodiu na mão dele”, conta Jorge Santana, 63 anos, avô de um dos 15 queimados que deram entrada no Hospital Geral do Estado (HGE) entre a noite de sábado (23) e o último domingo (24).

O adolescente de 15 anos estava acompanhado do irmão de 19 quando sofreu o acidente. “O dedo do meio dele tá dilacerado. A mãe desmaiou quando viu”, conta o avô. O jovem deve passar por cirurgia ainda nesta segunda (25).

Dos 15 queimados que deram entrada no hospital, seis têm no máximo 15 anos. No total, 35 pessoas deram entrada no HGE no final de semana do São João – metade dos feridos são crianças e jovens com idade entre um e 16 anos.

Em todo o estado, entre sexta-feira (22) e esta segunda (25) foram registrados 75 atendimentos de vítimas de queimaduras por fogos e explosões de bombas. A informação é da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) e foi divulgada hoje.

Uma das vítimas do último sábado foi uma criança de 1 ano que se queimou com a explosão de uma bomba na região de Rio Sena. Na noite de domingo, a média foi de um acidente com fogos por hora – a média foi menor que a registrada no último sábado, quando três pessoas foram queimadas por hora.

HGE concentrou maior número de atendimentos
O HGE, que é o centro especializado em queimados do estado, teve o maior número de ocorrências relacionadas aos festejos juninos, com um total de 43 atendimentos neste período em 2018, sendo 11 vítimas de queimaduras por fogos e 32 por explosão de bomba.

O número de atendimentos foi menor que no ano passado. Em 2017, o HGE realizou 53 atendimentos entre os dias 23 e 25 de junho, sendo 24 de queimaduras por fogos e 29 por explosão de bomba.

Metade dos queimados atendidos no HGE no final de semana tinham entre um e 16 anos (Foto: Marina Silva)

No Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus, também referência para o atendimento a queimados, 14 pessoas vítimas de queimaduras foram atendidas. Foram registrados ainda sete atendimentos no Hospital Regional de Juazeiro, quatro no Hospital Estadual da Criança (HEC), em Feira de Santana, três no Hospital Regional da Chapada, em Seabra, dois no Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus, um no Hospital Geral de Itaparica e no Dantas Bião, em Alagoinhas.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que vai divulgar o balanço dos acidentes envolvendo bombas e queimaduras ainda nesta segunda-feira (25).

Compartilhar