O ministro da Casa Civil, general Braga Netto, nomeou André Porciuncula Alay Esteves como secretário Nacional de Fomento e Incentivo à Cultura com um salário de R$ 16.944,90. A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União na edição desta sexta-feira (7).

André Porciuncula nasceu em Salvador, em 1985, e ingressou na coorporação em 2005. Quatro anos depois, chegou ao cargo de tenente. Em 2014, tornou-se capitão e começou a trabalhar no Batalhão de Polícia Rodoviária, onde atuou no combate e prevenção de crimes nas vias baianas.

Ele foi nomeado em abril deste ano pelo governador Rui Costa (PT) para o cargo de Comandante de Companhia, símbolo DAI-4, do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças, da estrutura da Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA).

O capitão da PM André Porciuncula Alay Esteves

Nas redes sociais, o capitão da PM demonstra ser um apoiador das ideias que são conservadoras. Em uma das suas publicações no Twitter, Porciuncula defende a manuntenção dos valores da família ante ao que considera ser “um ataque de um punhado de bárbaros modernos”.

Ele também comentou sobre a vinda do presidente à Bahia e o uso da cloroquina para tratar pacientes infectados pelo novo coronavírus.

Na Câmara de Vereadores de Salvador, Porciuncula foi agraciado em 2017 com a Medalha Thomé de Souza. A honraria foi uma iniciativa do vereador Alexandre Aleluia (DEM) de quem é amigo.

Compartilhar