LEIA TAMBÉM:
Em conversa com os apresentadores Zé Eduardo e Mário Kertész, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), minimizou as rusgas recentes envolvendo a Petrobras. Na manhã desta terça-feira (16), o democrata afirmou que espera o patrocínio da estatal para o Carnaval de 2016.
acm neto
“Quero que venha para o Carnaval. Salvador precisa. Espero que todos os escândalos envolvendo a Petrobras não prejudique o Carnaval, seria injustiça com Salvador. Que a Petrobras seja maior que as pessoas que destruíram”, disse em entrevista na Rádio Metrópole.
Ainda durante conversa, o prefeito comentou sobre a verba da Petrobras na reforma do Parque da Cidade. “A obra custou R$ 12 milhões. São R$ 5 milhões da Petrobras e R$ 7 milhões do município. A verba não é gratuidade. Não é patrocínio. É uma contrapartida de uma obra que a Petrobras fez em Salvador. Não é um favor. Quem definiu que a Petrobras ia botar os R$ 5 milhões foi eu. Ele tinha um valor para apresentar, e nós estabelecemos onde seria aplicado”, disse.
No início deste mês, após diversas polêmicas envolvendo o patrocínio da Petrobras e a maior festa de rua, a estatal informou que “patrocina o Carnaval de Salvador e os principais blocos afro e de afoxé da Bahia desde 2006. Como empresa socialmente responsável, a companhia reconhece o grande valor da cultura africana e do Carnaval para a formação identitária brasileira e planeja, em 2015, dar continuidade ao trabalho de afirmação e resgate de tão representativas manifestações culturais”.
Compartilhar