As aulas das escolas da rede municipal de Feira de Santana serão suspensas a partir desta quarta-feira (18). A medida é semelhante à que ocorre em Salvador, que também teve anunciado um decreto para fechar escolas municipais e particulares como prevenção ao coronavírus.

Em Feira, o decreto foi assinado pelo prefeito Colbert Martins da Silva e pelo secretário de Educação, Marcelo Neves, que decidiram pela suspensão das atividades por 15 dias contados a partir desta quarta (18).

A previsão inicial de retorno é para o dia 2 de abril, mas o prazo pode ser prorrogado, a depender da evolução da pandemia da Codiv-19. Primeira cidade baiana a ter casos do coronavírus, Feira de Santana tem cinco infectados.

O caso mais recente foi o de uma mulher que viajou para Houston e Nova York, ambos nos Estados Unidos. O diagnóstico foi feito pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen) neste domingo (15). O marido dela também fez exames, mas não contraiu o vírus.

De acordo com o Comitê Gestor Municipal de Ações de Controle ao Coronavírus, a mulher passará por período de isolamento domiciliar e será monitorada pela Secretaria de Saúde.

Os outros casos de Feira são de uma mulher de 34 anos que viajou para Milão e Roma e voltou infectada. Ela passou o vírus para sua empregada doméstica, de 46 anos. A funcionária, por sua vez, transmitiu coronavírus para seus pais, ambos idosos.

Desde sexta-feira, Feira de Santana está em estado de emergência. Os outros quatro casos na Bahia são todos de Salvador.

Casos de coronavírus na Bahia:
Salvador
1- Mulher, 52 anos, vinda da Espanha
2- Mulher, 11 anos, filha da primeira
3- Homem, 72 anos, vindo da Itália
4- Homem, 49 anos, vindo da Alemanha e Espanha

Feira de Santana
1- Mulher, 34 anos, vinda da Itália
2- Mulher, 42 anos, empregada doméstica da primeira
3- Mulher, 68 anos, mãe da empregada doméstica
4- Homem, 73 anos, pai da empregada doméstica
5 – Mulher, 50 anos, vinda dos Estados Unidos

Compartilhar