A ampliação do sistema de abastecimento de água da localidade de Machadinho Norte, em Camaçari, foi entregue na manhã desta quinta-feira (20), pelo governador Rui Costa. Foram investidos mais de R$ 42 milhões para a realização do serviço que contou com recursos próprios da Embasa e do BNDES.

“Mais uma vez em Camaçari, dessa vez entregando mais uma etapa de um grande investimento do Governo do Estado pelo programa Água Para Todos, com o objetivo de levar água e esgotamento sanitário para todas as comunidades. Somente aqui em Camaçari, estamos aplicando mais de R$ 330 milhões em diversos sistemas de água”, revelou o governador.

Rui destacou a importância da regularização do abastecimento de água no litoral. “Essa ampliação de oferta de água beneficia não somente quem vive aqui mas também quem mora em outras cidades e tem casa no litoral. Nesta área, era constante a escassez de água, principalmente no verão. De agora em diante, esse abastecimento está regularizado para a demanda atual e também para novos moradores que com certeza chegarão, já que é uma região em expansão”.

A intervenção permite o completo atendimento da demanda dos mais de 80 mil habitantes da região. A obra incluiu a instalação de seis novos poços com ampliação da vazão da água, construção de 7.573 metros de adutora, uma estação elevatória, três reservatórios e mais de  21 mil metros de rede de distribuição.

Ordens de Serviço

Na ocasião, Rui Costa ainda assinou ordem de serviço para ampliação de sistema de abastecimento de água que atende os municípios de Camaçari, Dias d’Ávila e Mata de São João. Serão investidos mais de R$ 9,4 milhões no sistema, que contará com mais de 40 mil metros de redes de distribuição e 5.118 ligações domiciliares, atendendo 16.787 moradores.

Também foi autorizada a implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Arembepe. O investimento de R$ 35 milhões irá atender mais de 16 mil moradores da região. A obra contempla a implantação de 38.015 metros de rede coletora / rede condominial; 5.604 metros de ramal predial; 3.787 metros de linha de recalque; construção de 7 estações elevatórias, além da realização de trabalho técnico socioambiental.

Compartilhar