Por Eduardo Dias – Correio da Bahia

Três dias depois de estudantes ocuparem o Colégio Estadual Odorico Tavares, no Corredor da Vitória, na Graça, as entradas, tanto da Vitória quanto do Canela, e os muros da escola amancheceram fechadas por tapumes nesta sexta-feira (24). A Polícia Militar segue no local em prontidão com viaturas e motocicletas.

Na última terça-feira (21), cerca de 30 estudantes e ex-estudantes ocuparam o prédio em protesto contra o fechamento da escola. No entanto, após cerca de 10 horas de ocupação, eles deixaram o imóvel na madrugada de quarta-feira, sob alegação de falta de segurança e ameaça da polícia de invadir o local.

Em dezembro do ano passado, o Governo do Estado já havia anunciado o fechamento do Odorico e outras escolas, alegando que a demanda de estudantes nas unidades não eram suficientes para manter as estruturas. No entanto, alunos e professores defendem a tese de que a SEC tem adotado uma política de esvaziamento da escola. O grupo acusa o governo de agir pelo interesse do setor imobiliário.

Ao notar a frente do colégio cercada pelos tapumes, pedestres que passam pelo local bradavam: “É, agora fechou de verdade”.  “Fechou mesmo, olha para isso”. “Ouvi falar que colocaram esses tapumes ontem à noite. Quando cheguei em casa já estava tudo tapado”, contou um morador, que não quis ser identificado.

Compartilhar