Por Ricardo Roveran – Terça Livre

O Terça Livre convidou neste sábado (23/11) o professor de história e filosofia Carlos Eduardo, com mais de 20 anos de sala de aula no Rio de Janeiro, que estudou, viu e viveu as inúmeras transformações sociais cariocas que culminaram no status quo atual.

Como começou a onda de violência que transformou o Rio? Como um estado que já foi cartão postal da beleza se tornou referência de violência e para o resto do planeta? Quem realmente manda no estado? Quais as consequências para a população de decisões políticas equivocadas? Qual o preço do populismo?

Para explicar essa mudança social, econômica e cultural tão impressionante que afetou a segunda maior unidade federativa do país, o professor mapeou os governos e suas consequências desde pouco antes do regime militar findar até o presente, passando pelos fenômenos que elegeram Leonel Brizola até a presente gestão de Wilson Witzel.

Ganhamos nesta entrevista uma verdadeira aula capaz de conduzir a reflexões sobre o presente e o futuro do país e reavaliar a qualidade das decisões políticas de qualquer gestão, bem como repensar o valor da lei e da ordem.

Confira a entrevista completa

Compartilhar