O engenheiro Venkata Rajasekhara Gosula, mais conhecido como Raja Gosula, foi um dos pesquisadores responsáveis pela produção do helicóptero Ingenuity, que será lançado pela Nasa com o objetivo de sobrevoar Marte. Raja é indiano e se mudou para Salvador com a família ainda criança, aos 6 anos. Ele coordenou a equipe responsável pela parte digital do chip que comanda o gerenciamento de potência do helicóptero.

Raja coordenou uma equipe com 10 engenheiros, quando ainda trabalhava na empresa Qualcomm, há mais de seis anos. O chip foi originalmente projetado para o gerenciamento de potência em celulares mas, posteriormente, quando a Qualcomm decidiu entrar no mercado de drones, ele passou a ser usado no kit de robótica dos equipamentos.

“O sucesso do chip nos celulares o ajudou a ser escolhido para o kit de robótica, sendo comercializado, inclusive, para a Jet Propulsion Laboratory)/NASA (JPL) que escolheu construir o Ingenuity a partir dessa placa”, conta o engenheiro, que concedeu entrevista ao Portal A TARDE diretamente dos Estados Unidos, onde mora.

“Sempre me sinto com sorte quando os projetos em que trabalho terminam em produtos vendidos aos milhões em todo o mundo. Saber que os circuitos que projetei estão funcionando, sob o capô, em todos os lugares, é o orgulho da Engenharia. Mas saber que eles estão trabalhando em Marte é uma coisa de outro mundo!”, completa.

Atualmente, Raja trabalha na empresa Cisco Systems, em San Diego, na Califórnia, desenvolvendo circuitos digitais para processamento de sinais de produtos de fotônica de silício, usada em redes de comunicações de fibra ótica. Quando morava na Bahia, estudou no colégio Antônio Vieira parte do Ensino Fundamental e todo o Ensino Médio (de 1974 a 1980). Depois, ingressou na Universidade Federal da Bahia (Ufba), onde cursou Engenharia Elétrica, concluindo a graduação e cursos de pós-graduação nos Estados Unidos.

Compartilhar