Uma carreta foi flagrada transportante 45 mil litros de álcool de forma irregular. O material estava registrado em uma nota fiscal fraudada e pertencia a uma empresa de fachada.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo foi parado por agentes em Vitória da Conquista, em frente à unidade operacional da PRF, que fica no KM 830 da BR-116.

Durante a fiscalização, que faz parte de uma rotina de combate à criminalidade, o motorista apresentou a nota fiscal, que tinha indícios de fraude. Ao consultar o sistema, os policiais confirmaram que não havia recolhimento de tributo e que foi utilizada uma empresa laranja para emissão do documento. A firma, inclusive, estava com o registro bloqueado na Receita Estadual.

Diante da confirmação, motorista e veículos foram encaminhados para o Posto de Controle Fiscal da Secretaria da Fazenda (Sefaz-BA), em Conquista, que ficará responsável por apurar as irregularidades e inconsistências tributárias.

Compartilhar