Três estabelecimentos comerciais foram flagrados por técnicos da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), na Rua Seara, no bairro de Coutos, desviando água através de ligações clandestinas, os famosos ‘gatos’. As irregularidades foram encontradas em uma academia, uma delicatessen e um mercado.

De acordo com a Embasa, durante uma operação de combate à fraude, técnicos da empresa, acompanhados de policiais civis, militares e do Departamento de Polícia Técnica (DPT) verificaram que o desvio de água já estava sendo feito, no mercado, há mais de seis anos.

Na delicatessen e na academia, que fica uma em cima da outra, o consumo estava sendo feito há mais de um ano. Nos três casos, a Polícia Técnica coletou provas que serão relatadas em um inquérito policial

“Verificamos que houve a abertura indevida da ligação, sem que tivessem sido sanados os débitos existentes junto à Embasa”, contou a gerente comercial da empresa, Luzivane Cunha.

Ainda de acordo com a Embasa, casos como esses são descobertos por meio das análises de consumo e do cruzamento de dados no sistema comercial da empresa, além da população que pode denunciar as irregularidades pelo número  0800 0555 195 – a identidade do denunciante é mantida no anonimato.

Nas três situações, os donos dos estabelecimentos devem pagar uma multa que tem como base cálculos feitos a partir da quantidade de água desviada. O furto de água é qualificado como crime contra o patrimônio e pode dar até um a quatro anos, além da multa.

Compartilhar