O prefeito de Salvador, ACM Neto, anunciou na manhã desta segunda-feira (23), novas medidas de enfrentamento ao coronavírus. Entre elas, ele informou que será suspenso o funcionamento de bares e restaurantes da capital baiana. Até a noite de domingo (22), a Bahia tem 55 casos confirmados do Covid-19.

O prefeito informou que as novas medidas serão publicadas no Diário Oficial do Município desta segunda-feira. Elas vão começar a valer a partir de quarta-feira (25).

“Os salões dos bares e restaurantes serão fechados. A medida só não vale pra serviço delivery. Se a pessoa quiser ir no restaurante tirar o prato, tirar a quentinha, pode, mas os salões estarão fechados. Nas lojas de conveniência, está suspensa a comercialização de bebidas alcoólicas. As pessoas podem entrar e comprar no local, mas não podem sentar. Têm que comprar e sair”, destacou.

ACM Neto informou também que está proibida qualquer atividade sonora nas ruas, para evitar as aglomerações; mercados municipais que não vendam produtos de primeira necessidade também serão fechados e a Guarda Municipal vai fazer blitze nos bairros para garantir que as pessoas fiquem em casa.

“Recebi várias denúncias no meu celular, mandei a Guarda [Municipal], de muita gente na rua em alguns bairros de Salvador. Estamos contratando 100 carros de som para passarem pelos bairros de Salvador informando as pessoas, pedindo que elas fiquem em casa. Além disso, a Guarda fará blitz e, onde houver aglomeração, a Guarda esta autorizada a retirar, sem o uso da força, a pessoa da rua”, explicou.

O prefeito reforçou que este é um momento em que a população deve seguir as instruções da prefeitura e do governo do estado, ficando em casa para evitar a aglomeração de pessoas nas ruas.

“A prefeitura está tomando medidas, mas só isso não resolve. É preciso ficar em casa, cada um fazer sua parte, sair apenas para fazer mercado. Fique em casa e nos ajude porque juntos vamos vencer o coronavírus”, disse.

No último sábado (21), as praias de Salvador foram interditadas, shoppings fechados e linhas de ônibus reduzidas. Essas foram algumas das ações da prefeitura determinadas em decreto.

Confira abaixo outras medidas já adotadas pela gestão municipal:

Fechamento das escolas

Suspensão das aulas das redes pública e privada por 15 dias, desde quarta-feira (18). O prazo deverá ser estendido, até que a situação seja controlada.

Cestas básicas

Disponibilização de cestas básicas para crianças da rede municipal de Salvador e das creches conveniadas, com escalonamento das entregas a partir desta segunda-feira (23);

Fechamento de academias, cinemas e parques públicos

Medida vale desde quarta-feira (18). No caso das academias e cinemas, pelo prazo de 15 dias, podendo ser estendido. No caso dos parques públicos, por tempo indeterminado.

Suspensão de férias e licenças de alguns servidores públicos

Medida vale para profissionais da Saúde, Guarda Civil Municipal, Sempre, Defesa Civil e Gabinete do Prefeito.

Trabalho remoto (home office)

Medida vale para servidores acima de 65 anos, desde que não desenvolva atividades essenciais e estratégicas, por tempo indeterminado.

Liberação de servidores e atestados

Liberação vale para estagiários do município. Servidores que estão doentes poderão apresentar atestados por e-mail;

Suspensão do recadastramento

Medida vale para aposentados e pensionistas por tempo indeterminado. Benefícios não serão suspensos.

Proibição de eventos

Medida vale por tempo indeterminado, para evitar aglomerações.

Impedimento de viagens internacionais

Medida vale para servidores da prefeitura.

Fechamento de todos os shoppings da capital baiana

Medida passou a valer no sábado (21), pelo prazo de 15 dias, podendo ser estendido; Clínicas de saúde que estão dentro dos shoppings e têm acessos independentes poderão funcionar.

Suspensão do funcionamento do Mercado Modelo e Elevador Lacerda

Medida passou a valer no sábado (21) por tempo indeterminado.

Suspensão dos Serviços de Atendimento ao Cidadão

Medida vale apenas para serviços da prefeitura, como o SIMM e as prefeituras-bairro. Serviços das áreas de saúde pública e social, como postos de saúde e UPAs, não serão interrompidos. Medida vale por tempo indeterminado.

Assistência para asilos

Compra de colchões, material de limpeza e fornecimento de cestas básicas para os 47 asilos da cidade, atendendo a dois mil idosos, a partir desta segunda-feira (23).

Reforço no estoque, receitas e retiradas de medicamentos

Compra emergencial de dois medicamentos essenciais para reforçar os estoques dos postos de saúde: tamiflu e equilid. População que faz retirada de medicamentos dos postos de saúde poderá pegar os medicamentos para o prazo de dois meses, a partir desta segunda-feira (23). Prazo de validade para as receitas será estendido para oito meses. Se for preciso prorrogar novamente, será feito. Terceiros poderão retirar medicamentos, levando a identidade do paciente.

Antecipação das campanhas de vacinação

Antecipação das campanhas de vacinação contra H1N1 e Influenza a partir desta segunda-feira (23). A prioridade é para idosos acima de 60 e trabalhadores da área de saúde. Outras faixas de vacinação serão anunciadas nos próximos dias;

Redução da frota de ônibus

Medida que estabelece redução de até 30% da frota de ônibus, fora dos horários de pico, passou a valer no sábado (21). Vale por tempo indeterminado e o percentual pode aumentar ou diminuir, à medida que o plano for testado.

Kits de sombreiro e cadeiras

Medida vale para retirada dos kits de sombreiro e cadeira das praias e suspensão da cobrança de taxas dos vendedores que possuem os kits, a partir de sábado (21), já que há medidas para evitarem aglomerações. Equipes da Guarda-Civil e da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) atuarão na fiscalização.

Interrupção de atividades em clubes

Medida vale para clubes sociais, recreativos e esportivos estão proibidos, também por 15 dias, de realizar de qualquer tipo de atividade e funcionamento a partir de sábado (21). A medida também poderá ser prorrogada.

Call centers

Empresas de call centers devem afastar ou permitir trabalho remoto (home office) de 30% do total de trabalhadores de call center, por cada empresa, a partir de segunda-feira (23). Percentual e prazo podem ser estendidos. Além disso, prefeitura determinou o afastamento imediato de todos os funcionários acima de 60 anos, gestantes, funcionários com histórico de doenças respiratórias e crônicas e funcionários que utilizam medicamentos imunossupressores. Há também a determinação que empresas sigam padrões da Organização Mundial da Saúde (OMS), disponibilizando álcool gel de maneira suficiente e abundante para todos os funcionários. Recomenda ainda que, sempre que possível, disponibilizem máscaras para os funcionários;

Atendimentos odontológicos

Medida determina a suspensão, por tempo indeterminado, dos atendimentos odontológicos eletivos por prazo indeterminado, desde o sábado (21). Atendimentos essenciais estão mantidos.

Apoio a crianças com microcefalia

Disponibilização de fraudas e cestas básicas para todas as crianças com microcefalia da cidade de Salvador. Entrega será feita a partir de contato da prefeitura com as famílias, de forma escalonada, a partir de segunda-feira (23);

Acolhimento de pessoas em situação de rua

Determinação do acolhimento de 245 pessoas em situação de rua em centros de acolhimento, distribuídas entre os bairros de Amaralina (50), Cajazeiras (35), Cidade Baixa (160), com preferência para idosos, por estarem mais expostos. As pessoas passaram por triagem, por causa das diferentes condições de saúde. Elas receberão alimentação, acompanhamento médico e psicológico e assistência social; Veja medidas de prevenção contra o coronavírus para pessoas em situação de vulnerabilidade social em Salvador. Intensificação da higienização e alimentação das pessoas em situação de rua que recusarem o acolhimento. Containers serão instalados na Barroquinha e no Largo dos Mares, para fornecer banho e asseio.

Compartilhar