Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, ficou em segundo lugar no ranking nacional de municípios que mais perderam empregos formais entre janeiro e dezembro de 2019. Os dados foram divulgados na última semana pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

No período, Lauro de Freitas perdeu 3.115 postos de trabalho. A cidade baiana ficou atrás do Rio de Janeiro, que teve um registro de 6.640 empregos a menos.

No outro extremo, no ranking das cidades que mais criaram vagas de emprego, Salvador ocupa a 15ª posição, com 4.947. O topo da lista, está São Paulo. A capital paulista criou 80.831 vagas de trabalho.

Compartilhar