Na madrugada desta segunda-feira, 20, doze detentos fugiram do Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador. De acordo com informações do Sindicato dos Servidores Penitenciários (Sinspeb), os presos saíram das celas e acessaram a parte externa rompendo uma estrutura corroída pela ferrugem.

Os presos que conseguiram fugir do complexo foram identificados como: Janderson dos Santos Silva, Victor Vagner Matos, Jadilson Costa, Laire Luiz Araújo, Leonardo Ribeiro, Matheus Andrade, Igor de Assis, Jailton Carvalho, Adeilson de Jesus, Carlos Eduardo Rabelo e Israel Fagundes.

Ainda segundo o sindicato, os detentos seguiram por um matagal. Um dos fugitivos foi encontrado morto e outro foi recapturado por policiais. Dez conseguiram fugir. Outros presos participaram da fuga, mas foram impedidos pelos policiais.

Por meio de nota, o Sinspeb afirmou que a Unidade Especial Disciplinar, que integra o Complexo Prisional de Salvador, “apresenta uma péssima infraestrutura e, inclusive, está parcialmente interditada”.

“São diversos problemas estruturais que acabam favorecendo as fugas. As portas eram acionadas de forma remota e encontram-se atualmente todas quebradas. Temos problemas elétricos. A Unidade Especial Disciplinar foi construída para ser a unidade prisional de segurança máxima do Estado, mas hoje não passa de um prédio em ruínas”, disse o Vice-presidente do Sinspeb, Fernando Fernandes.

Compartilhar