Dois mandados de prisão temporária foram cumpridos, na manhã desta sexta-feira, 17, contra dois soldados da Polícia Militar, lotados na Companhia Independente de Policiamento Tático/Baía de Todos os Santos. A prisão resulta da força-tarefa de combate a grupos de extermínio e extorsão da Secretaria da Segurança Pública.

De acordo com informações da SSP, a dupla foi presa após se apresentar na unidade onde é lotada. Além disso, um homem suspeito de integrar o grupo de execução também foi localizado, na quinta-feira, 16, em Lauro de Freitas.

Cinco mandados de busca e apreensão também foram cumpridos pela “Operação Renascimento” nas casas dos alvos e na sede da CIPT, onde foram apreendidos três pistolas, dinheiro, um celular e relógios. Os mandados têm validade de 30 dias e são referentes à morte de uma mulher e tentativa de homicídio de um homem suspeito de tráfico de drogas, em 1º de maio deste ano.

Segundo a SSP, o casal foi levado para um matagal, no bairro de Valéria, e atingido por vários tiros. A mulher morreu e o homem conseguiu pedir ajuda no Hospital do Subúrbio. O grupo já vinha sendo investigado há seis meses pela participação em outros crimes, ocorridos em São Caetano, Pirajá, Marechal Rondon, Fazenda Grande e outros bairros da capital baiana.

Compartilhar