LEIA TAMBÉM:

A Disney reabriu neste sábado (11) dois de seus parques na Flórida, apesar da aceleração da pandemia neste estado e em várias regiões dos Estados Unidos, bem como no Brasil, onde os contágios passam de 1,8 milhão e as mortes superam as 71.000.

Enquanto isso, especialistas da Organização Mundial da Saúde (OMS) preparam em Pequim uma missão para esclarecer a origem da crise sanitária que abala o mundo desde que o vírus surgiu na China, em dezembro do ano passado.

Até agora, a COVID-19 causou ao menos 561.551 mortes em todo o mundo, segundo um balanço da AFP com base em fontes oficiais. Além disso, foram contabilizados mais de 12 milhões de contágios em 196 países ou territórios.

A reabertura dos parques Disney World, Magic Kingdom e Animal Kingdom ocorre após quatro meses de fechamento e depois que foram registrados na Flórida 10.383 novos casos em 24 horas, perto do pico alcançado em 4 de julho (11.458), e outras 95 mortes.

Os outros dois parques temáticos da gigante do entretenimento voltarão a receber visitantes a partir de quarta-feira.

As medidas de segurança incluem medição da temperatura na entrada, uso obrigatório de máscaras, dispensadores de álcool em gel e distanciamento de dois metros entre as pessoas nas atrações e nas lojas.

Compartilhar