Uma ação conjunta das secretarias da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) e de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap) transferiu, na noite de segunda-feira, 19, quatro detentos que ordenavam homicídios em Salvador e nas cidades de Irecê e Morro do Chapéu.

Durante as revistas nas celas do Complexo Penitenciário da Mata Escura, na capital baiana, foram apreendidos celulares, carregadores, dinheiro e cadernos com anotações do tráfico de drogas. As equipes do Batalhão de Guardas (BG) da Polícia Militar e do Grupo de Segurança Institucional (GSI) da Seap, que coordenou a Operação Dança das Cadeias, vasculharam duas celas, nos módulos II e V da Penitenciária Lemos Brito.

Informações iniciais dão conta que quatro detentos continuavam determinando a venda de drogas e mortes, por meio do uso de smartphones. Segundo a SSP, o quarteto foi colocado em uma unidade prisional com segurança e bloqueadores de sinal para telefones móveis reforçados.

Compartilhar