Por Gabriel Benevides – AEROMAGAZINE

Moradores da praia de Anuros, que fica na província Samar Oriental nas Filipinas, encontraram um enorme pedaço de metal proveniente de um avião comercial. Possivelmente destroço do Boeing 777 da Malaysia Airlines, desaparecido desde março de 2014.

Após a aparição do componente as autoridades locais foram chamadas para preservar o local e fazer uma inspeção na peça encontrada. A praia de Anuros que é banhada pelo Oceano Pacífico e está em uma região de fortes correntes marítimas, que podem ter conduzido ao local o fragmento do avião.

Alguns especialistas acreditam que o destroço pode ter uma ligação com o voo MH370, desaparecido desde o dia 14 de março de 2014, quando voava de Kuala Lumpur, na Malásia, e Pequim, na China. O 777 desapareceu dos radares com 227 passageiros e 12 tripulantes enquanto sobrevoava o Mar da China.

Uma longa busca foi conduzida por uma força tarefa internacional, mas após quatro anos de investigação contínua nenhuma pista foi encontrada. Apenas alguns fragmentos foram confirmados em diversas praias na costa africana, mas sem gerar novas pistas do local da queda.

Algumas peças do avião foram encontradas na África do Sul, distante mais de 11.500 km da praia de Anuros, nas Filipinas. A análise de correntes marítimas pode dar uma pista de onde estaria a maior parte do avião, visto que as correntes estão levando os componentes para regiões bastante distintas no globo.

Agora um processo de identificação dos destroços deverá comprovar se pertencem, ou não, ao 777 desaparecido. Uma análise nos números de série pode confirmar com certeza a origem do componente.

Compartilhar