Uma ação de fiscalização realizada na última quinta-feira (2), nos bairros de Salvador que passam por medidas restritivas mais rigorosas, resultou na interdição de 76 estabelecimentos comerciais.

O bairro de Coutos, no subúrbio ferroviário, foi a área com maior número de interdições. Segundo dados divulgados pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur), 23 estabelecimentos tiveram as portas fechadas por descumprirem as determinações da prefeitura para reduzir o risco de contaminação pela Covid-19.

Desde o dia 11 de maio, quando a rotina de fiscalização foi iniciada, 85.698 estabelecimentos foram inspecionados. Do total, 2.573 acabaram interditados.

Atualmente, a lista de bairros com medidas restritivas mais rigorosas em vigor conta com Pau da Lima, Coutos, Fazenda Coutos, Beiru/Tancredo Neves, Cabula, Cabula VI, Resgate, Imbuí, São Cristóvão, Santa Cruz, Pernambués, Saramandaia e Centro.

Nas localidades com restrições, apenas estabelecimentos comerciais considerados essenciais podem abrir as portas. As regiões também contam com aplicação de testes rápidos, higienização das ruas, distribuição de cestas básicas para comerciantes informais e ambulantes e medidas de combate ao Aedes Aegypti.

Conforme dados do último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do estado (Sesab), Salvador possui 35.837 casos confirmados de coronavírus, com 1.209 mortes em decorrência da doença.

Balanço da fiscalização

Bairro Estabelecimentos fiscalizados Estabelecimentos interditados
Beiru/Tancredo Neves 357 0
Imbuí 130 2
São Cristóvão 492 5
Santa Cruz 20 0
Pau da Lima 188 7
Coutos 535 23
Fazenda Coutos 226 8
Cabula 239 2
Cabula VI 118 4
Pernambués 621 4
Saramandaia 40 8
Resgate 118 0
Centro 880 13
Compartilhar