O corpo do cantor Cristiano Araújo, de 29 anos, que morreu em um acidente de carro na BR-153, em Goiás, acaba de deixar o interior do Centro Cultural Oscar Niemeyer, em Goiânia, onde era velado desde a tarde de quarta-feira (24).

cortejo

Ele segue em cortejo em um carro dos bombeiros para um percurso de 15 km até o Cemitério Jardim das Palmeiras, onde deve ser enterrado por volta das 11h. A namorada dele, Allana Moraes, de 19, que também não resistiu ao acidente, já foi levada ao local, onde também será sepultada.

O trajeto do cortejo começa pela GO-020, segue a Avenida Jamel Cecílio até a Alameda Marginal Botafogo. Depois, o comboio entra à direita na Avenida Goiás, no Centro, até pegar novamente à direita na Avenida João Luís de Almeida, e à esquerda na Avenida Senador Jaime, em Campinas.

Em seguida, o cortejo vai até a Avenida Goiás, entra na Avenida Bernardo Sayão e encerra na Rua Armogaste José da Silveira, no Setor Centro-Oeste, onde está localizado o cemitério e que estará fechada para carros.

O velório dos corpos de Cristiano e Allana começou na tarde de quarta-feira. Durante toda a noite familiares, amigos e fãs estiveram no local para prestar a última homenagem. Famosos, como os cantores Leonardo, Henrique e Juliano, Guilherme (da dupla com Santiago), Mariano (da dupla com Munhoz) e Bruno (da dupla com Marrone), compareceram para se despedir do artista.

Por volta das 5h50, o corpo de Alana foi levado ao cemitério. Antes de o caixão ser fechado, as pessoas presentes realizaram uma oração, seguida de uma salva de palmas.

Logo depois, por volta das 8h30, uma missa celebrada pelo padre Marcos Rogério, da Paróquia Nossa Senhora da Assunção, igreja que o sertanejo frequentava, encerrou o velório de Cristiano e o corpo seguiu no cortejo.

Milhares de fãs enfrentaram mais de duas horas na fila para se despedir do ídolo. Segundo a Polícia Militar, até as 9h, cerca de 50 mil pessoas estiveram no local.

Compartilhar