Nada de tchauzinho, sorriso ou uma foto de longe para guardar de recordação. Quem foi ao hotel onde a Argentina está hospedada na manhã desta segunda-feira (10) não conseguiu ver os jogadores da seleção hermana. Messi e companhia chegaram a Salvador no final da noite de domingo (9) e farão o primeiro treino em solo baiano às 18h, no Barradão. A atividade será fechada ao público e à imprensa.

Fã do camisa 10 da Argentina, o operador de máquinas Alex Alvarez, 40 anos, aproveitou a folga, vestiu a camisa do Barcelona e deu um pulinho na porta do Novotel, na Avenida Paralela, onde a seleção está hospedada. “Vou torcer para a Argentina por causa do Messi. Sou muito fã dele”, disse, ignorando a típica rivalidade entre Brasil e Argentina no futebol.

“Pra mim essa rivalidade não significa nada. A Argentina vai ganhar por 2×0”, apostou. A construção do placar ele verá de perto. Alex está com ingresso garantido para o jogo de estreia contra a Colômbia, sábado (15), às 19h, na Fonte Nova, assim como os irmãos argentinos Isaias e Patrício Sierra, que também foram ao hotel com o objetivo de ver a seleção fora de campo.

Hospedados em um condomínio em Patamares, eles chegaram a Salvador no dia 30 de maio e ficam até o dia 17. “Viemos para ver esse jogo, mas chegamos antes para ir à praia, só que o tempo não está bom, né? Viemos desfrutar um pouco e para ir ao jogo. Estamos confiantes”, comentou Isaias. Como não conseguiram ver os jogadores na sacada no hotel, mudaram os planos do dia: “Vamos ali tomar uma caipirinha”, avisaram.

Compartilhar