A crise do coronavírus pode mudar completamente como viajamos de avião. A empresa italiana Aviointeriors, especializada em assentos de companhias aéreas, está divulgando opções para novas dinâmicas sobre como poderiam ser os interiores das aeronaves após a pandemia.

Um novo modelo de poltrona, que prioriza os cuidados com segurança e a saúde dos passageiros, foi mostrado pela empresa em suas redes sociais. Nele, os passageiros são separados por placas de vidro entre si — tanto na classe econômica, como na executiva.

A “Glassafe”, (“vidro de segurança”, em tradução livre), é a primeira proposta da Aviointeriors, que divide os viajantes apenas na região do tórax para cima, evitando que tosses e espirros possam ser meios de contágio entre eles e os comissários de bordo. A medida, aparentemente, não exige uma grande mudança nos aviões, já que se restringe apenas à implantação dessas placas.

 

Ver essa foto no Instagram

 

“GLASSAFE” kit che può essere installato sulle poltrone attualmente esistenti per rendere più sicura la convivenza tra passeggeri che condividono il medesimo ambiente di viaggio. “Glassafe” è realizzato in materiale trasparente per rendere l’intera cabina armoniosa ed esteticamente leggera, ma perfettamente rispondente all’obiettivo di creare un volume isolato attorno ad ogni passeggero in modo da minimizzare contatti o interazioni via aerea tra passeggero e passeggero, così da ridurre la probabilità di contaminazione da virus o altro. “Glassafe” è disponibile in varie esecuzioni con sistemi di fissaggio adattabili a qualsiasi poltrona che ne permettono una facile installabilità e rimovibilità. Tutti selezionati per la loro facile pulizia e perfetta igienizzazione. “GLASSAFE” A kit-level solution that can be installed on existing seats to make close proximity safer among passengers sharing the same seat. “Glassafe” is made of transparent material to make the entire cabin harmonious and aesthetically light, but perfectly fulfilling the objective of creating an isolated volume around the passenger in order to avoid or minimize contacts and interactions via air between passenger and passenger, so as to reduce the probability of contamination by viruses or other. “Glassafe” is supplied in various executions with fixing systems to the seat that allow easy installation and removal. “Glassafe” can be supplied in opaque material or with different degrees of transparency, all easy cleaning and suitable for a safe hygienisation. #aviation #aircraftseat #airliners #businessclass #economyclass #welcomeonboard✈️ #madeinitaly🇮🇹

Uma publicação compartilhada por @ aviointeriors em

Já a segunda delas — e talvez mais surpreendente — é a “Janus”. A poltrona, que certamente se encaixaria para os viajantes dispostos a pagar um valor maior pela viagem, aparece na maquete da empresa com uma redoma de vidro. Nesse caso, o assento central ficaria ainda virado de costas para ambas as extremidades.

Embora sejam adaptações de grande necessidade após os impactos do coronavírus em todo o mundo, tais reformulações ainda podem soar “futurísticas”. Isso porque, para se adequar, as companhias aéreas precisariam passar por reformulações completas e colocar os aviões parados agora em processo de manutenção.

Compartilhar