O secretário de Educação de Salvador, Guilherme Bellintani, desistiu de viajar com o prefeito ACM Neto (DEM) para o Vale do Silício, na Califórnia, no EUA, neste fim de semana.

A viagem foi cancelada após os professores da rede municipal de ensino decretarem greve, por tempo indeterminado, tendo início a partir desta quinta-feira (3). Lá no Silício, Bellintani iria conhecer com Neto o Google Edu, que oferece produtos e recursos para aprendizagem com tecnologia. O objetivo é conhecer algumas das experiências no segmento para, quem sabe, incorporá-las à plataforma para o ensino em tempo integral que a capital baiana passará a ter a partir de maio.

Entretanto, com a paralisação, o secretário afirmou na Rádio Metrópole, na manhã de hoje, que a viagem ficou pára abril. Já sobre a greve, o gestor da Educação municipal acredita que há manobras políticas na decisão e respeita a legitimidade do movimento.

Compartilhar