A sequência de dois jogos em casa surgiu para o Vitória como a chance de emplacar bons resultados e assumir um posto no G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro. O primeiro passo foi dado com êxito. No sábado passado, o Rubro-Negro bateu o Oeste de virada no Barradão e se aproximou do pelotão da frente. Porém, na última terça-feira, o time baiano foi derrotado pelo CSA, em Salvador, e perdeu a chance de, pela primeira vez, conquistar dois triunfos consecutivos na competição.

Com a derrota, o Vitória permaneceu com 17 pontos e viu o G-4 ficar um pouco mais distante. Até aqui, o Rubro-Negro figurou na zona de classificação apenas uma vez, na 3ª rodada, quando empatou em Campinas com a Ponte Preta. Desde então, o time oscilou e se manteve no meio da tabela.

Jogos do Vitória pela Série B

  • Vitória 1 x 0 Sampaio Corrêa | 8 de agosto
  • Figueirense 0 x 0 Vitória | 11 de agosto
  • Ponte Preta 3 x 3 Vitória | 14 de agosto
  • Vitória 0 x 0 Náutico | 19 de agosto
  • CRB 2 x 2 Vitória | 22 de agosto
  • Vitória 1 x 0 Paraná | 29 de agosto
  • Confiança 1 x 0 Vitória | 1º de setembro
  • Vitória 4 x 2 Cuiabá | 5 de setembro
  • Cruzeiro 1 x 0 Vitória | 11 de setembro
  • Juventude 1 x 1 Vitória | 14 de setembro
  • Vitória 3 x 1 Oeste | 26 de setembro
  • Vitória 0 x 1 CSA | 29 de setembro

A campanha inconsistente faz com que as equipes que ocupam as primeiras posições descolem do Vitória. A Chapecoense abre o G-4 com 19 pontos, dois a mais que o time baiano. O problema é que o Verdão do Oeste tem dez jogos realizados, enquanto o Rubro-Negro já completou 12 partidas.

Terceira colocada, a Ponte Preta tem 21 pontos, quatro a mais que o Vitória, mas ainda não entrou em campo pela rodada. O time de Campinas enfrenta o Cruzeiro fora de casa nesta quarta-feira. Se vencer, chegará aos 24 pontos, sete a mais do que o Rubro-Negro possui.

A distância é ainda maior para o líder e vice-líder da Série B. Na segunda posição, o Paraná tem 22 pontos, cinco a mais que o Vitória, enquanto o Cuiabá, na ponta da tabela de classificação, chegou aos 25, oito a mais que o time baiano.

Em busca de uma campanha que permita ter mais confiança no acesso, o Vitória visita o Operário na próxima sexta-feira, às 19h15 (de Brasília), no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. Guilherme Rend e João Victor, que saíram do jogo contra o CSA machucados, foram liberados pelo departamento médico e relacionados para a partida.

Compartilhar