Após votar projetos do Executivo na Câmara Municipal de Salvador (CMS), o vereador Cláudio Tinoco (DEM) retornou à Secretaria de Cultura e Turismo. Ele havia sido exonerado após seu suplente, Vado Malssombrado (DEM), passar por um surto psicológico. A nomeação foi publicada na edição de ontem do Diário Oficial do Município. Ele revela quais serão as prioridades da pasta para as próximas semanas. Ontem, por exemplo, foi o lançamento do projeto Pelourinho Dia e Noite – com uma série de apresentações culturais. “Na próxima semana estaremos ao lado de Fernando Guerreiro e o prefeito ACM Neto entregando o Centro de Educação Integrada e Unificada em Valéria, mais um espaço Boca de Brasa, que soma ao Subúrbio 360 de Coutos, um novo equipamento cultural da prefeitura. E a gente vai ali desenvolver ações da prefeitura, como um teatro muito bem instalado e estruturado, fazendo com que a gente possa aproximar cada vez mais a produção artística e cultural das populações mais desassistidas”.

“Do ponto de vista do turismo, estamos fechando o ano de 2018 com números muitos expressivos de recuperação de fluxo e taxa de ocupação hoteleira. Mas é claro que já com o planejamento que devemos apresentar no final do ano para 2019. Inclusive, traremos uma discussão objetiva de apresentar um programa de incentivo à indústria hoteleira da cidade”, revela.

Indagado, Tinoco também revela quais serão os principais desafios para o próximo ano. “Queremos aproveitar todo o bom momento que a cidade passa, consolidando essa recuperação de fluxo, de taxa média de recuperação hoteleira aqui em Salvador. Isso passa evidentemente pela entrega do Centro de Convenções de Salvador. No próximo ano faremos a concessão para operação e queremos inaugurá-lo no final do ano que vem, encerrando 2019 com chave de ouro e alavancando o turismo de negócios. E, é claro que o Prodetur entra no próximo ano em uma fase muito expressiva de realização de obras. Entre elas, a requalificação da orla de Stella Maris, Flamengo e Ipitanga. Considero que seja a obra mais importante da gestão de ACM Neto nos dois governos dele. Não só pela sua dimensão, mas é de fato, do ponto de vista turístico, uma borda de orla importantíssima para esse turismo de sol e praia e de fortalecimento do parque hoteleiro local”

Incentivos aos hotéis

O prefeito ACM Neto anunciou na semana passada que a gestão municipal planeja dar uma série de incentivos para superar a crise que a rede hoteleira enfrenta. Ele classifica o momento atual como “auspicioso” para o turismo com a abertura dos hotéis Fera Palace e Fasano – além das obras do Centro de Convenções Municipal e a duplicação do Aeroporto de Salvador, que devem ser inauguradas no próximo ano. O democrata revelou que se debruça sobre três grandes equipamentos que fecharam nos últimos anos: o hotel Pestana, o Othon Palace e o Salvador Praia Hotel.

Indagado sobre o assunto, Tinoco explica: “De fato, Neto vem atuando de forma direta na articulação e no diálogo com os possíveis investidores. Desde que Neto assumiu, o único hotel fechado era o Salvador Praia Hotel. Buscava-se viabilizar, não mais como unicamente meio de hospedagem, mas também pensava-se em viabilizar como meio imobiliário”. “A empresa que adquiriu aquele equipamento acabou alegando inviabilidade,  associada à crise. […] O grupo passou a elaborar um projeto que fosse adequado a essas novas regras que permitiriam a viabilidade para a sua implantação. Já avançou muito. Eles já apresentaram um projeto a Prefeitura, no âmbito da Sedur. Essa proposta deles foi submetida ao prefeito – que analisou alguma necessidades de adequação em virtude da visão que a Prefeitura tem para aquela área. É uma área que vai ser totalmente requalificada”, continua.

Tinoco também confirma que o Hotel Pestana deve ser reaberto no próximo ano. “A Prefeitura vem dialogando com o Grupo Pestana. No ano passado, Neto esteve pessoalmente em Portugal e se reuniu com o líder mundial do grupo. Já naquela época já demonstrava um processo de transação com investidores para apresentar um projeto novo”, revela. “Eles já imaginavam que até abril desse ano já pudessem ter um avanço, mas isso acabou não se viabilizando. Mas o diretor do Grupo Pestana, Paulo Dias, esteve com o prefeito e, entre outras coisas, anunciou que eles iniciariam agora no início de 2019 as reformas do Pestana do Carmo e do lote do Rio Vermelho. E também estariam muito próximos de anunciar a reabertura do Pestana, com um novo empreendimento para aquele equipamento. E isso estaria se viabilizando, inclusive, pelo avanço das obras do Centro de Convenções no ano que vem”.

Compartilhar