LEIA TAMBÉM:

O ex-governador do Ceará Cid Gomes deve entrar com pedido de impeachment contra o vice-presidente Michel Temer.

Ele apresentará o requerimento nesta sexta (1º) na Câmara dos Deputados.

Cid Gomes diz que apresentará uma lista de seis crimes cometidos por Temer “enquanto pessoa física e jurídica”.

Cid Gomes durante discurso na tribuna da Câmara dos Deputados em março de 2015
Cid Gomes durante discurso na tribuna da Câmara dos Deputados em março de 2015

“Eu tenho dito sistematicamente que ele é o chefe da quadrilha política que assola e achaca o Brasil há 20 anos. Não quero estender essa acusação ao PMDB todo, mas os cabeças dessa quadrilha estão no partido e ele, Temer, é o cabeça dos cabeças. É impossível entregar o país a uma pessoa como essa.”

Ele diz que Temer é citado em delações premiadas como a do senador Delcídio do Amaral e também que o PMDB aparece como beneficiário de propinas pagas por empresas envolvidas no escândalo da Operação Lava Jato. “E ele é o presidente do partido, o organizador disso tudo.”

Segue Cid: “Meu pedido é quixotesco, mas vou brigar contra esses moinhos terríveis para o Brasil”.

A assessoria de Temer diz que o vice não vai se pronunciar sobre as declarações do ex-governador do Ceará.

Compartilhar