paul-walker

Um antigo parceiro de negócios do falecido Paul Walker, Richard Taylor, furtou mais de 30 carrros da coleção do ator. Os automóveis de Roger Rodas, que pilotava o Porsche que matou os dois, um dia após o acidente com o protagonista de ‘Velozes e Furiosos’, também foram furtados. O crime foi relatado no último dia 15 por um site especializado em celebridades, de acordo com Estadão. Taylor está sendo processado pelas pessoas que cuidam do patrimônio do ator desde que ele morreu, em 30 de novembro de 2013. Os carros foram levados pelo suspeito para um local desconhecido e ele se recusa a entregá-los. Acredita-se que alguns dele já foram até vendidos. De acordo com os responsáveis pela coleção de Walker, sete dos 30 carros levados com certeza são do ator, entre eles um Porsche 911 GT3 RS, um BMW M3 2008, um Ford Crown Victoria 2006, três BMW M3 1995 e uma picape GMC 2004. Os outros ainda estão sendo inventariados. Os responsáveis ainda afirmam que Taylor é acusado de vender os carros sem entregar o registro original, o que provaria que os automóveis não lhe pertencem. Além desses carros, há outros processo dos cuidadores dos bens de Walker contra o espólio de Roger Rodas, em que há a suspeito de os representantes de Rodas esconderem outros 17 carros de Walker. Entre eles estão um Ford Mustang 1969 e um Audi R8. Os advogados do ator pedem, no processo, os carros de volta ou quantia equivalente de dinheiro.

Compartilhar