Oitocentos quilos de cocaína foram apreendidos na tarde de segunda-feira (20), no Porto de Salvador. A droga, que está avaliada em R$ 137 milhões, estava dentro de uma carga de manga, que seria embarcada em um navio com destino final no porto de Roterdã, na Holanda.A operação ocorreu dentro de uma operação conjunta entre a Receita Federal e a Polícia Federal.

A droga foi encaminhada para a Polícia Federal, que dará prosseguimento à investigação. Essa já é a terceira apreensão de cocaína pela Receita Federal em 2020 no Porto de Salvador. Nos últimos 12 meses foram apreendidas, aproximadamente, cinco toneladas de cocaína  no Porto de Salvador.

A apreensão é resultado do trabalho de análise e gerenciamento de risco, rastreamento de imagem por scanner e uso intensivo de tecnologia pela Receita Federal na aduana. Suspeita-se da técnica criminosa denominada “rip-off modality”, termo que consta do glossário do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC) e define as apreensões em que a droga é inserida em uma carga lícita sem o conhecimento dos exportadores e importadores.

Compartilhar