O candidato a vereador Renan Antônio Viana Brandão (PSD) foi conduzido à sede da Polícia Federal durante a primeira blitz fiscalizadora da propaganda eleitoral irregular em Salvador, realizada nesta terça-feira, 10. Ainda durante a inspeção, mais de 30 estandartes de propaganda eleitoral irregular e “santinhos” dos candidatos a prefeito Isidório e de Renan Brandão foram apreendidos.

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), Renan teria desacatado policiais e integrantes das guarnições que recolhiam as propagandas irregulares no canteiro central da Paralela, nas imediações de Pituaçu. Ele acabou sendo conduzido à Superintendência da Polícia Federal (PF), no bairro do Itaigara, onde foi enquadrado no Artigo 68 do Decreto-Lei 3.688/41 – (Lei de Contravenções Penais).

Conforme o TRE, as vistorias em Salvador começaram pela Avenida Paralela (sentido Aeroporto, na altura do bairro Imbuí), no antigo Bahia Café Hall (em frente à sede do TRE-BA), e na passarela de Pituaçu.

Neste primeiro momento, a fiscalização abrangeu as zonas eleitorais responsáveis pelo Poder de Polícia (5ª, 11ª, 17ª ZEs). A operação contou com a parceria da Secretaria Municipal de Urbanismo (Sucom), da Empresa de Limpeza Urbana do Salvador (Limpurb), além da Polícia Militar do Estado da Bahia (PM-BA).

Compartilhar