De olho em cidadãos de Tóquio descontentes com a realização das Olimpíadas em 2021, um ano após o planejado por conta do coronavírus, o candidato a governador Taro Yamamoto prometeu, se for eleito, cancelar os Jogos, marcados para acontecerem entre julho e agosto do ano que vem. O pleito acontecerá no dia 5 de julho. Segundo o ex-ator, provavelmente o mundo não estará livre da Covid-19 em 2021 e a capital do Japão terá muitos prejuízos financeiros com o megaevento.

Líder do partido de oposição Reiwa Shinsengumi, Yamamoto não é favorito na disputa e tenta conseguir votos na reta final da campanha. Atual governadora de Tóquio, Yuriko Koike é deve ser reeleita, de acordo com as pesquisas.

Outra proposta de Yamamoto, que é famoso no Japão por atuar em filmes como Battle Royale, é dar uma ajuda emergencial de US$ 950 (cerca de R$ 4.900) aos moradores de Tóquio para minimiar os problemas na economia causados pela pandemia de coronavírus.

Como Tóquio acabou não sendo muito afetada quanto se esperava pela Covid-19, o governo de Yuriko Koike vem sendo bem avaliado pela populacao local. Em pesquisa recente, ela teve 70% de aprovação, índice maior do que o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, que teve 38%.

Apesar da sua grandiosidade, o Japão registrou um número pequeno de casos de coronavírus em relação aos maiores países do mundo: 17.427 infectados e 928 mortes até esta segunda-feira, segundo dados da universidade americana Johns Hopkins.

Aros Olímpicos em Tóquio — Foto: Tomohiro Ohsumi/Getty Images

Aros Olímpicos em Tóquio — Foto: Tomohiro Ohsumi/Getty Images

Compartilhar