As câmeras de medição de temperatura corporal implantadas nas estações de metrô da Lapa e de Pirajá, em Salvador, já alcançaram o total de 1.397.475 passageiros monitorados, até o último dia 15 de agosto. Os equipamentos foram inaugurados no dia 1º de junho, como estratégia de combate à disseminação do novo coronavírus. Do total de pessoas monitoradas, 2.614 apresentaram temperatura maior ou igual a 37,8º C e 504 passageiros mantiveram a alteração na contraprova, o que pode indicar a infecção pela Covid-19.

As pessoas suspeitas de infecção pela Covid-19 foram abordadas por agentes de saúde devidamente capacitados para a ação e encaminhadas para testagem, nas próprias estações, onde a CCR Metrô Bahia disponibilizou salas. Ao todo, foram realizados 518 testes rápidos, com 58 resultados positivos, e 397 pessoas realizaram o exame RT-PCR, padrão ouro na detecção do coronavírus.

Os resultados dos exames coletados em PCR, que identificam a causa da infecção, são encaminhados para análise no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), e os passageiros recebem os resultados em 48 horas. O monitoramento da temperatura dos passageiros por câmeras foi implementado pela Sesab e pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur), por meio da Companhia de Transportes do Estado da Bahia (CTB), com o apoio da CCR Metrô Bahia.

“Agora, mais do que nunca, este monitoramento é importante, porque, com a reabertura do comércio, o volume de pessoas nas ruas aumenta, crescendo também a possibilidade de se disseminar a Covid-19. Quando uma pessoa é identificada com a temperatura alterada, esse já é um indicativo. E com os testes sendo realizados e os casos confirmados, essas pessoas vão reforçar o isolamento, evitando contaminar outras pessoas, e se cuidar melhor”, afirma o diretor-presidente da CTB, Eduardo Copello,.

O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, explica a importância do monitoramento nas estações. “Este monitoramento, além de ser uma tranquilidade para as pessoas que testam negativo, também oferece a oportunidade para quem testou positivo se cuidar e se isolar. Muitas pessoas nem percebem que estão febris, não apresentam outros sintomas, e por isso relaxam no isolamento. Esses passageiros que testaram positivo têm potencial de contaminar muitas outras pessoas, em casa ou indo ao supermercado, por exemplo. Sabendo que estão contaminadas e que devem se isolar, elas podem inclusive ser acompanhadas pelo sistema de monitoramento da Covid-19 pela Sesab”.

Compartilhar