Presidente da Câmara Municipal de Salvador, o vereador Geraldo Júnior (MDB) suspendeu o atendimento ao público e as sessões presenciais na Casa. A medida foi adotada devido ao aumento da taxa de ocupação dos leitos de UTIs na capital baiana, e foi publicada no Diário Oficial do Legislativo Municipal desta terça-feira (1).

A ocupação geral em Salvador é de 77%. Os leitos de UTI adulto já chegaram a 81% na cidade.

A medida prevê que o trabalho dos servidores acontece de segunda a quarta-feira, das 8h às 12h, de forma remota, e das 13h às 16h de forma presencial, com possibilidade de ser integralmente presencial, a depender da necessidade do serviço. Às quintas e sextas-feiras, o expediente será totalmente remoto.

Segundo a Câmara Municipal, também continua em vigor a Portaria da Presidência nº15/2020, publicada no Diário Oficial do Legislativo Municipal de 4 de setembro de 2020 com outras determinações de funcionamento da Casa durante a pandemia da Covid-19.

Compartilhar