A Caixa Econômica Federal liberou o saque da terceira parcela do auxílio emergencial 2021 para os nascidos em janeiro. O saque pode ser feito pelo responsável familiar, por meio da conta de depósito do Bolsa Família, Cartão Bolsa Família ou Cartão Cidadão. É possível retirar o dinheiro em lotéricas, correspondentes Caixa Aqui ou caixas eletrônicos da Caixa.

O benefício foi creditado em 18 de junho, mas os saques ainda não estavam liberados. Até então, o dinheiro podia ser movimentado pelo Caixa Tem, que possibilita o pagamento de boletos, de compras pela internet e pelas maquininhas de cartão. Além disso, é possível movimentar o dinheiro com o Pix.

Para conferir a situação do benefício, os trabalhadores podem acessar o aplicativo do auxílio emergencial, o site da Caixa ou do Ministério da Cidadania.

Agora, o auxílio é destinado a um público menor, de 45,6 milhões de pessoas, e em um valor mais baixo, de no máximo R$ 375 mensais por família.

Ano passado, o governo liberou o auxílio a quase 68 milhões de brasileiros, ou seja, houve corte superior a 22 milhões de pessoas (o equivalente a um terço do total) nesse período.

Desta vez, o benefício vai ser concedido automaticamente ao trabalhador que estava recebendo a ajuda em dezembro do ano passado.

No último mês de 2020, no entanto, o auxílio financeiro era destinado a 56,7 milhões de pessoas, de acordo com números da Caixa Econômica Federal.

O auxílio emergencial 2021 será limitado a uma pessoa por família. Anteriormente, dois membros de um mesmo grupo familiar podiam se beneficiar, segundo legislação publicada pelo governo em abril.

O Ministério da Cidadania prevê o pagamento de quatro parcelas mensais de R$ 250. Mulheres chefes de família monoparental, no entanto, vão ter direito a R$ 375, e indivíduos que moram sozinhos, família unipessoal, vão receber apenas R$ 150 mensais.

Compartilhar