A Força Aérea Brasileira (FAB) abateu na noite da terça-feira (7) uma aeronave de pequeno porte que cruzou sem autorização o espaço aéreo brasileiro, vindo da fronteira com a Bolívia. O avião fez pouso forçado em Brasnorte (MT) depois de ser atingido por um tiro por um caça.

Na aeronave, a FAB localizou 296,2 quilos de cloridrato de cocaína, a forma pura da droga. Além disso, havia um quilo de maconha.

O piloto conseguiu fugir. Ninguém ficou ferido e também não houve presos.

O avião é um Cessna modelo 182P, com valor estimado de R$ 1 milhão. A droga encontrada vale mais: cerca de R$ 7,4 milhões, segundo o Grupo Especial de Fronteira, que faz parte das forças de segurança que atuam no Mato Grosso.

A aeronave, que não tinha plano de voo, foi interceptada depois que apareceu em radares. Sem resposta do piloto, os militares da FAB ordenaram um pouso em aeródromo próximo. O piloto ignorou de novo.

Houve então um tiro de aviso, novamente sem reação. Por cim, os militares atiraram contra a aeronave, que foi danificada e obrigada a pousar.

Um suspeito de envolvimento no caso foi preso na tarde da quarta (8) em Campo novo do Parecis, a 250 km da fronteira com a Bolívia, pela Polícia Militar. Ele foi flagrado com a mesma substância encontrada na aeronave.

Compartilhar