Por Osvaldo Lyra

Vice-prefeito de Salvador, o democrata Bruno Reis garantiu nesta sexta-feira, 1º, que os salários dos servidores que trabalham na prefeitura da capital serão pagos em dia, até o final da gestão do prefeito ACM Neto, em dezembro. Durante uma live no Instagram, o democrata disse que os pagamentos serão possíveis “graças a cortes realizados, a exemplo da diminuição nos próprios salários do prefeito, do vice e do secretariado, além da suspensão de auxílios do funcionalismo da capital”.

O anúncio do vice-prefeito, que é pré-candidato do Democratas à prefeitura de Salvador, vai na direção oposta ao que anunciou na última quarta-feira, 29, o governador Rui Costa, que afirmou, em entrevista à rádio Sociedade, não ter como garantir que os salários do funcionalismo estadual será pago em dia, pelos próximos meses. “Hoje, não tem previsão de atrasar salário. Mas não tenho como saber o impacto que isso terá mais adiante. Não posso dar garantia em função da imprevisibilidade dos próximos meses”, explicou Rui.

Já Bruno Reis disse que a gestão do prefeito ACM Neto estava garantindo o pagamento dos servidores, em dia, para garantir que os serviços sa prefeitura vão funcionar bem durante a pandemia. De acordo com ele, os cortes de 30% realizados no salário do prefeito, do vice e dos secretários, além da suspensão das gratificações do funcionalismo, vão gerar uma economia de R$ 50 milhões.

O vice-prefeito chamou a atenção ainda para a queda na arrecadação que a prefeitura vem tendo, devido a crise do novo coronavírus. “Só em março, a baixa foi de de 30%”. Bruno Reis explicou também que, em abril, a queda deve aumentar de forma significativa. “Tivemos superavit de R$ 800 milhões em 2019. Mas, em 2020, a projeção de arrecadação que tínhamos não vai se confirmar. Projetos precisaram ser congelados. Mesmo assim, continuamos investindo milhões em programas sociais”, ressaltou ele, ao reforçar a prioridade que o funcionalismo tem na prefeitura.

Com informações do A Tarde

Compartilhar