O mês de fevereiro vai ser intenso para o Bahia. Serão nove jogos em apenas 28 dias, quando o tricolor disputará quatro competições. Além de entrar em campo pelo Campeonato Baiano e Nordestão, torneios que já estão em andamento, o time vai estrear nas Copas Sul-Americana e do Brasil, contra o Liverpool, do Uruguai, e o Rio Branco, do Acre, respectivamente.

Este mês, a média do Bahia será de uma partida a cada três dias, sendo seis delas longe de Salvador. Em alguns casos, põe longe nisso. Para visitar o Rio Branco, no Acre, o elenco vai encarar 3.315 km, só na ida, em quase cinco horas de voo, sem contar o tempo de espera na conexão em Brasília. Para Montevidéu, no Uruguai, são mais 3.018 km por trecho, em quatro horas de voo, fora a conexão em São Paulo.

“É humanamente impossível cumprir todas as obrigações. Temos cinco competições na temporada e temos uma penalidade para isso”, afirmou o técnico Enderson Moreira, referindo-se também ao Brasileirão, que começa em abril. “Não tem tempo de recuperação, para se preparar, mas o futebol brasileiro insiste nisso. Acha que quanto mais, melhor”.

No total, o Esquadrão vai percorrer aproximadamente 16 mil km apenas em fevereiro. Esta semana, o calendário traz uma situação inusitada. Na quarta-feira (6), o Bahia joga pelo estadual contra o Atlético, às 21h15, no estádio Carneirão, em Alagoinhas, e, menos de 24h depois, entra em campo outra vez. Na quinta (7), às 18h15, o tricolor estreia na Sul-Americana, contra o Liverpool, na Fonte Nova.

Para Enderson Moreira, isso é inédito. “Jogar quarta e quinta é a primeira vez. Na base tinham algumas competições em que jogava cinco dias seguidos, mas com equipe profissional, campeonatos importantes, a gente só lamenta”, afirmou o treinador, que não comandará a equipe em Alagoinhas. O auxiliar Cláudio Prates estará à beira do campo com o time B pelo estadual. Enderson e o time principal farão a estreia na Copa Sul-Americana.

Outra situação incomum será a sequência de seis jogos como visitante, incluindo a partida contra o Altos, no dia 2 de março, em Teresina. Além da capital do Piauí e das já citadas Rio Branco e Montevidéu, o roteiro incluirá Vitória da Conquista, Fortaleza e Riachão do Jacuípe.
 

Compartilhar