Mesmo com a crise da Avianca e as manchas de óleo que atingiram a costa da Bahia, a taxa de ocupação da rede hoteleira da Bahia foi de 62,49% em 2019. A média representa um incremento de 0,34% ante 2018. Os dados estão sendo divulgados na manhã desta sexta-feira (10) por  Luciano Lopes, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis Regional Bahia (ABIH-BA).

Já a diária média foi de R$ 290,78, um crescimento de 27,43% na comparação com 2018, quando o valor médio era de R$ 228,18.

Os dados são influenciados pela entrada dos hotéis de luxo na capital baiana.

Compartilhar