A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) registrou a primeira morte pelo novo coronavírus (Covid-19) no estado. A informação foi divulgada na manhã deste domingo (29).

O paciente era um homem de 74 anos, que estava internado em um hospital privado de Salvador. Ele estava entubado e em diálise contínua. De acordo com a Sesab, a morte ocorreu na noite de sábado (28).

Ele estava internado no Hospital da Bahia, segundo confirmou a assessoria de comunicação do hospital, que disse que o paciente esteve em um congresso na cidade de Itu (SP).

De acordo com o Hospital da Bahia, o paciente era hipertenso, ex-fumante, dislipidêmico (com índice alto de gordura no sangue) e com sinais radiológicos de enfisema pulmonar. Ele deu entrada na emergência da unidade de saúde no dia 17 de março, já em estado grave, com insuficiência respiratória severa, sendo imediatamente entubado.

Ainda segundo o hospital, quatro dias antes da internação ele havia sido atendido em outro hospital com quadro clínico leve, onde foi colhido exame para Covid-19 e encaminhado para casa.

Quatro dias após, ele apresentou quadro respiratório grave e procurou a emergência do Hospital da Bahia. Ele passou 12 dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), intubado.

O resultado do exame saiu quando ele já estava internado no Hospital da Bahia, confirmando que ele era positivo para Covid-19. Nos dias seguintes, o paciente apresentou instabilidade durante todo período de internação e precisou de diálise por causa de falência renal. O Hospital da Bahia também divulgou que o paciente usou cloroquina durante os últimos cinco dias de internação.

Conforme recomendação do governo da Bahia, o corpo do paciente morto pelo Covid-19 deve ser cremado, seguindo orientação da Anvisa. Ainda não há decreto do estado da Bahia suspendendo velório de vítimas pelo novo coronavírus.

Secretário de Saúde da Bahia lamenta morte de idoso com coronavírus — Foto: Reprodução/Twitter

Secretário de Saúde da Bahia lamenta morte de idoso com coronavírus — Foto: Reprodução/Twitter

Em uma postagem nas redes sociais e também em áudio divulgado à imprensa, o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, lamentou a morte do idoso e divulgou que já são 147 casos confirmados na Bahia.

“Nesse domingo, lamentavelmente, nós tivemos a confirmação do primeiro óbito devido ao coronavírus aqui na Bahia. Era um senhor de 74 anos que estava internado já há pouco mais de 10 dias, em um hospital privado de Salvador. Ele tinha uma doença pulmonar pré-existente, e passou esses 10 dias em ventilação mecânica, complicou com insuficiência renal, e, lamentavelmente, foi a óbito. Nossos sentimentos à família”, disse.

“Hoje, domingo, pela manhã, nós estamos confirmando já 147 casos em todo o estado da Bahia. Estamos trabalhando com o Lacen 24 horas. Ontem [sábado, 28] à noite rodou o serviço e nós já soltamos hoje pela manhã esse total de 147 casos com 1 óbito. Lembro que nós estamos ainda na fase inicial dessa pandemia na Bahia. A expectativa é que esse número aumente de forma significativa ao longo dos próximos dias e semanas. Mas, quando nós analisamos a curva de tendência, a gente observa que ela permanece numa velocidade de inclinação abaixo da esperada, abaixo da prevista, inicialmente, mostrando que as medidas de contenção, principalmente ficar em casa, continuam funcionando”, detalhou o secretário.

Ainda no áudio, o secretário falou das 18 UPAs e hospitais que serão centro de triagem dos casos suspeitos do novo coronavírus.

“O governo do estado está investindo na abertura de 18 unidades de triagem em todo o estado. São 18 UPAs e hospitais, principalmente UPAs que estavam fechadas, nós estamos abrindo essas UPAs todas, e colocando como centro de triagem para pessoas com quadros gripais suspeitos de coronavírus. Além disso, contratamos 500 leitos a mais de UTI, em Salvador e mais uma outra quantidade em serviços privados e municipais em algumas cidades do interior, distribuídas regionalmente. Nós temos já um plano de ação estruturado”, disse.

“Nessa semana agora, ao longo dessa semana, eu irei fazer inaugurações desses centros de triagem por todo o interior, que já estarão à disposição da população. A gente não quer que as pessoas se dirijam para os hospitais e para UPAs gerais, onde houver centro de triagem. Essas pessoas deverão buscar o centro e preservar as equipes médicas e os outros pacientes das demais unidades”, orienta o secretário.

Ele ainda reforçou as medidas preventivas de combate ao coronavírus no estado.

“Eu quero reforçar aqui a orientação do governo do estado: todas as cidades que possuem casos confirmados ou cidades vizinhas, muito próximas a cidades com casos confirmados, a população deve permanecer em casa, o comércio deve permanecer fechado, as rodoviárias devem permanecer fechadas. Nas cidades onde não existem casos confirmados, e que estão distantes de cidades confirmadas, não há necessidade de se fechar comércio, nem a rodoviária”, alerta.

“A gente orienta as pessoas que não precisam sair, que restrinjam, nas cidades que não têm casos confirmados, que restrinjam, diminuam as suas idas à rua, que diminuam a ida ao supermercado, ao mínimo necessário para poder sobreviver”, concluiu Vilas-Boas.

Compartilhar