Ex-integrante do Baralho do Crime da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP), Artur Arlindo Barbosa Pacheco que era apontado pela polícia como autor de sete homicídios e também envolvido também com tráfico de drogas, roubos e porte ilegal de arma de fogo, acabou morto na madrugada desta quarta-feira (17), no Nordeste de Amarlina.

Em nota, a SSP informou que policiais militares faziam patrulhamento para reprimir a atuação de uma facção responsável por venda de drogas, na região, quando encontraram homens armados na localidade denominada Fonte do Capim. Na tentativa de prisão, os traficantes atiraram e, após confronto, um deles terminou atingido.

Foto: Arquivo

Ainda em nota, a SSP informou que o homem ferido foi socorrido para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu. Com ele foram encontrados um revólver calibre 38, munições, 110 pinos de cocaína e um celular.  Na unidade médica o homem foi identificado e os policiais verificaram que ele respondia por sete inquéritos por assassinatos, um por tráfico de drogas e um por roubo. O flagrante foi realizado por equipes das Rondas Especiais (Rondesp) Atlântico.

Compartilhar