A Argentina não recebeu nenhum turista estrangeiro em junho deste ano, situação que se repetiu pelo terceiro mês consecutivo, por causa da decisão do governo do país de fechar fronteira por causa da pandemia da Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus.

Os dados constam em relatório divulgado nesta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística e Censos (Indec) e ainda indica que, no sexto mês do ano também não houve registro de saídas de argentinos para o exterior.

“Em junho de 2020, o total de chegada de turistas não residentes está em zero e as saídas ao exterior de turistas residentes também estão em zero”, diz o documento.

De acordo com o Indec, as informações referentes ao fluxo de turistas foram obtidas junto a Diretoria Nacional de Migrações.

A Argentina começou a aplicar restrições de entrada ao território em 12 de março, quando suspendeu os voos vindos de países afetados pela Covid-19, até que, poucos dias depois, fechou todo o espaço aéreo para o tráfego regular, internacional e doméstico.

Por causa do isolamento obrigatório que foi imposto a toda a população, em 20 de março, por mais um mês toda a atividade turística no país sul-americano permaneceu paralisada.

Em 2019, a chegada de turistas estrangeiros à Argentina aumentou 11,1% e chegou a 3,06 milhões.

Compartilhar