Um projeto de lei que prevê a instalação de câmeras termográficas para medição de temperatura de pessoas que frequentam órgãos públicos de Salvador foi aprovado na terça-feira (5) pela Câmara Municipal. A medida é uma das ações adotadas para reduzir o risco de contaminação de coronavírus

Com as câmeras termográficas, será possível identificar pessoas com temperatura acima do normal, o que pode indicar a contaminação com a Covid-19.

O projeto de lei, que depende da sanção do prefeito ACM Neto para começar a valer, foi aprovado em sessão semipresencial. A medida também prevê a instalação de cabines de descontaminação de profissionais de saúde em órgãos públicos da capital baiana.

Outras medidas

Os vereadores também aprovaram a suspensão da cobrança de taxas e a obrigatoriedade de renovação da frota de veículos de taxistas. Diante da pandemia de coronavírus, os profissionais de carros por aplicativo, mototaxistas e motoristas de taxis e vans estão isentos das obrigações até janeiro de 2021.

Também foi aprovado um projeto de lei que sugere a ampliação do funcionamento do Restaurante Popular, que cobra o valor simbólico de R$ 1 por refeição. A ideia é que a estrutura passe a atender aos sábados e domingos, servindo também café da manhã e janta, enquanto durar a pandemia.

Outra medida que será encaminhada para o prefeito ACM Neto é a necessidade de fiscalizar empresas que contratam motociclistas para serviços de entrega. A indicação solicita garantias para preservar a saúde dos trabalhadores com a concessão de equipamentos de proteção individual, como máscaras, luvas e álcool em gel.

Compartilhar