Rumor de traição, sumiço e polêmicas no atacado. As diversas reviravoltas na ‘treta’ envolvendo o ex-casal de youtubers Abner e Sthe acabou dando o que falar na internet e tomando conta até mesmo dos noticiários. Até esta segunda-feira (6), os fãs dos baianos não desgrudavam das redes para saber o paradeiro do influencer, que apareceu após sumir por quase quatro dias. Já quem não era grande conhecedor da trajetória dos dois ia ao Google para tentar descobrir quem eram esses jovens.

Em meio a tudo isso, os familiares e amigos dos dois, que estavam no epicentro da polêmica, viram seus números de seguidores nas redes sociais crescer numa escala proporcional à confusão em que se meteram entre quinta (2) e sábado (4). Somados, os ‘Pinheiros’ ganharam mais de 1,2 milhão de seguidores neste período.

Apenas Sthe angariou mais de 660 mil seguidores apenas no Instagram de quinta até esta segunda (6), segundo a ferramenta Social Blade. A influencer foi a primeira a dar as caras e viralizar após gravar um vídeo relatando que encontrou Abner com uma garota, a quem se referiu com diversos adjetivos ofensivos, na casa onde moravam.

“Acabo de chegar em casa e Abner com a p*ta de uma vagab*nda aqui dentro da minha casa, que era minha casa e dele!”, ressaltou a jovem.

O boato de traição foi apenas o capítulo 1 do quiprocó que inaugurou os anos 20. As próximas cenas da ‘novela’ não tardaram a acontecer. Abner chegou a publicar uma sequência de Stories dizendo que havia errado e esclarecendo o ocorrido, explicando que a sua nova companheira havia entrado na casa da ex apenas para esperá-lo. Não demorou para os internautas irem comentar nas redes de Abner, que foi dado como desaparecido. O negócio virou caso de polícia na sexta (3), quando a família prestou queixa pelo desaparecimento do influenciador.

Neste mesmo dia, Elionai Santos, mãe de Abner, gravou vários vídeos falando sobre o sumiço do filho. Ansiosas para não perder nenhum detalhe, diversas pessoas começaram a segui-la e seu Instagram passou de 600 mil para mais de 900 mil, na tarde desta segunda, ainda segundo o Social Blade.

Além delas, outros familiares de Abner bombaram nas redes. Eliabe, irmão, ganhou 190 mil seguidores. Keila, irmã, cresceu 60 mil. Até Apolo, filho do ex-casal, ganhou 74 mil seguidores, ultrapassando a marca de um milhão.

Curiosamente, por ter desativado o Instagram, Abner foi o menos ‘beneficiado’, ganhando cerca de 100 mil seguidores, pouco se comparado com os 2 milhões que já tinha.

‘Quem é Abner?’
Não foi só no Instagram que os influencers bombaram nesse período. O número de pesquisas no Google com o termo ‘Abner’ teve um pico na última quinta, mantendo-se em alta na sexta e sábado. As pesquisas mais feitas eram “quem é Abner”, “quem é Abner Pinheiro” e “Abner traiu Sther”.

A maioria das pesquisas vieram dos estados da Bahia, Roraima, Alagoas, Sergipe e Pernambuco. Os baianos mostraram-se menos ‘populares’ nas regiões Sul e Sudeste, onde os internautas estavam mais entretidos com outro assunto de influencers envolvendo uma traição, a de Saulo Poncio, casado com Gabi Brandt.

Apesar disso, os baianos atrairam uma atenção ainda maior que os cariocas. Segundo o Google Trends, ferramenta de ‘tendências’ da internet do Google, o número de pesquisas por ‘Abner’ no Brasil foi maior do que por ‘Saulo Poncio’ nos últimos sete dias.

(Foto: Reprodução/Google Trends)

Nesses mesmos dias, as buscas por ‘Abner’ no país chegaram a ultrapassar as por ‘Neymar’ durante três momentos, como mostra o gráfico abaixo.

Compartilhar