Após a requalificação da Avenida Sete de Setembro e da Praça Castro Alves, que está com as obras 92% concluídas, os ambulantes vão ter que deixar as calçadas e terão um espaço ordenado e reservado na própria via, de forma delimitada e respeitando o distanciamento social necessário em tempos de pandemia do novo coronavírus.

De acordo com o secretário municipal de Ordem Pública, Marcus Passos, já houve uma reunião com os ambulantes da avenida Sete para apresentar o projeto, que se estenderá para outros pontos de Salvador. A Prefeitura chama este conceito de “Repensando a cidade em tempos de isolamento social”, garantindo protocolos de segurança e saúde para impedir a proliferação da Covid-19.

As calçadas vão ficar livres apenas para a circulação de pedestres e os trabalhadores informais vão montar suas estruturas de trabalho em faixas amarelas com área de dois metros quadrados, obedecendo ao distanciamento de dois metros entre elas. ⁣

A medida vai beneficiar 130 ambulantes entre a Praça da Piedade e o Beco Maria da Paz, num trecho de 450 metros. Para isso, haverá a subtração de 60 vagas. A mudança ocorrerá com a entrega das obras de requalificação.

Compartilhar