O engenheiro e militante do PCdoB, Luiz Fernando Contreiras de Almeida morreu na manhã desta sexta-feira (15) aos 95 anos. Nascido em Mundo Novo, no interior da Bahia, o comunista foi tema do livro “Contreiras, Camarada Engenheiro – uma história de luta e coerência”, lançado pelo jornalista e escritor Elieser Cesar, em 2009. A obra narra a trajetória de Contreiras, testemunha de fatos históricos como a queda do Muro de Berlim e a extinção da URSS.

Durante a vida, o militante, que chegou a ser presidente do PCdoB-BA, foi preso três vezes. O corpo de Luiz Contreiras foi cremado às 17h, na capela B, do cemitério Jardim da Saudade, em Brotas. Fonte: Bahia Econômica

Compartilhar