A operação de medição de temperatura das pessoas que chegavam ao Aeroporto Interacional de Salvador, por parte da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) acabou frustrada no meio da manhã desta quinta-feira (19) pela Agência Naciona de Vigilância Sanitária (Anvisa). No início da manhã, o governador Rui Costa (PT) disse em entrevista à TV que havia adquirido equipamentos para fazer a medição de temperatura, mas que havia sido impedido de usá-los pela Anvisa, sob o argumento de que o aeroporto era área federal.

O secretário de Saúde do estado, Fábio Vilas-Boas, informou que já havia credenciado a equipe da Divisão de Segurança Epidemiológica da Sesab para acessar a área de embarque do aeroporto junto à Anvisa, desde a quarta-feira (18), mas o acesso foi negado nesta quinta.

“A Anvisa proibiu a entrada da Divisão de Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde no desembarque interno do aeroporto onde iríamos abordar todos os passageiros provenientes de Saõ Paulo e Rio de Janeiro para a simples aferição da temperatura e verificação de sintomas respiratórios. É uma ação inócua e que não traz risco para a população. Lamentavelmente, a Anvisa adotou essa postura”, declarou.

Compartilhar