Alunos e professores do Escola Estadual Cupertino Lacerda, em Amaralina, realizam o protesto nesta terça-feira (27) contra a possibilidade de fechamento da unidade. Com 520 estudantes do ensino fundamental II matriculados, a escola integra a lista de prédios escolares que podem ser desativados pelo governo do estado no plano de reestruturação da rede estadual de ensino.

Com faixas e cartazes, eles pedem a manutenção das atividades da escola e uma ampla reforma na estrutura física do prédio. “Fora os problemas de infraestrutura, é uma escola com boas condições. Não há salas superlotadas e temos atividades que envolvem toda a comunidade”, diz o professor de História Felipe Baqueiro.

A ambulante Magda Conceição, 26, que tem um filho matriculado no local, se diz preocupada. “Para onde eu vou levar meu filho? Se for muito longe, tem o custo do transporte. Hoje, eu venho trazer ele andando, porque é perto”, diz.

A escola tem mais de 50 anos de funcionamento e abre nos turnos matutino e vespertino. O noturno contava com aulas da Educação de Jovens e Adultos (EJA) até o ano passado, quando desativou as atividades no turno.

A unidade atende especialmente alunos dos bairros do Nordeste de Amaralina e Santa Cruz e costumava funcionar aos finais de semana com atividades que envolviam a participação de pais e alunos. Com os problemas estruturais, isso já não ocorre.

“A escola foi sendo esquecida, e agora, numa decisão de cima para baixo, sem nos consultar, resolver simplesmente fechar. Temos uma relação com a comunidade, com os alunos, que não pode ser cortada dessa forma”, afirma o professor José Carlos Silva, 63 anos, 27 deles lecionando na escola.

Os alunos informaram que ainda não sabem para onde serão relocados na renovação de matrícula – eles nem podem indicar preferência.

Em função do protesto, segundo a Transalvador, há um grande fluxo de veículos do local.

A Secretaria da Educação do Estado foi procurada para falar sobre o protesto, mas até o momento da publicação dessa reportagem não havia se posicionado.

Compartilhar