O ex-ministro Aloizio Mercadante defendeu o governador Rui Costa, que foi alvo de críticas do PT e do presidente Luiz Inácio Lula da Silva após declarações polêmicas à revista Veja. “Essa é página virada. Não pode pegar um governo com 75% dos votos, experiência, com contribuição política e colocar como régua para avaliar a entrevista em duas páginas. Eu já vi muitas entrevistas e acho que ele tem que falar mais, debater para mostrar o que ele verdadeiramente pensa e utilizar todos os veículos que foram possíveis. Acho que o Rui vai surpreender positivamente”, afirmou.

Mercadante disse, ainda, que Rui pode pleitear a Presidência da República em 2022. “A Bahia é o segundo estado com mais investimentos no país. E é pelo mérito da gestão do Rui Costa, dos governos do PT. Ele tem feito investimentos em mobilidade, com o metrô em Salvador, em educação. E vem fazendo coisas inovadoras na segurança pública. Essa central de inteligência, com o reconhecimento facial, por exemplo, isso vai ser o futuro da segurança pública. Ele é uma liderança e pode pleitear a disputa da presidência da República. O Lula é o maior nome. Mas é o nome emergente, com muita força e é muito bom que o PT tenha alternativas para construir uma solução para o país. É prematuro, mas ele pode se colocar, debater. Eu acho muito positivo para a reza”, declarou.

O ex-ministro afirmou, também, que é um “grave erro político” de Ciro Gomes criticar o ex-presidente Lula. “É uma grave erro político do Ciro não reconhecer esse papel e não ter sido solidário. Ele foi solidário até determinado momento. Acho que o projeto político dele passa por outra perspectiva. Como acho que a direita e centro-direita estão congestionadas. Acho que o movimento do Ciro é um erro. Tive boa relação com ele. Agora, segue o caminho que achar o que ele deve”, pontuou.

Compartilhar