O presidente do DEM e ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, foi tachado de traidor por integrantes do bloco de Baleia Rossi (MDB-SP), candidato apoiado pelo agora ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) à  presidência da Casa. Rossi foi derrotado por Arthur Lira (PP-AL), candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Segundo os parlamentares, Neto “não terá mais confiança”.

Para os aliados de Neto, por outro lado, Maia quem se afundou sozinho.  Maia, de acordo com aliados de Neto, não teve capacidade de articular sua base mesmo sentado na cadeira.

A avaliação, no entanto, é que, no final, Neto se expôs. O DEM voltou atrás no apoio a Rossi e não declarou apoio a Arthur Lira, apesar dos parlamentares estarem abertamente contra Maia.  O DEM foi o pivô da crise que detonou a candidatura de Rossi  e terminou as eleições da Câmara e do Senado sob duras críticas.

Compartilhar