LEIA TAMBÉM:

O vereador Alexandre Aleluia (DEM) propôs à ministra Damares Alves e ao General João Batista Bezerra Leonel Filho, comandante da 6ª Região Militar,  providências por causa da falta de hidroxicloroquina nas farmácias de Salvador.

O vereador sugeriu ao General a distribuição da hidroxicloroquina, produzida pelo Laboratório Químico Farmacêutico do Exército, no Quartel Nordeste de Amaralina e no Parque Regional de Manutenção da 6ª Região Militar, “com o fito de oportunizar o acesso aos medicamentos aos moradores da região”.

Para a ministra Damares Alves, titular da pasta da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos do governo Jair Bolsonaro, Aleluia propôs a entrega de cloroquina à população.

Ele relatou que o medicamento não é encontrado em Salvador, “não somente para aqueles que estão contaminados pelo Covid-19, mas também para aqueles que fazem uso contínio ou momentâneo para o tramento de outras enfermidades que necessitam da utilizam desta substância”.

Compartilhar