A chuva continua a causar estragos em Salvador e, nesta sexta-feira (24), também na cidade de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana da capital baiana (RMS), onde ruas ficaram completamente alagadas. Ainda na noite desta quinta-feira (23), moradores do Condomínio Vila Rangel, na Rua São Camilo, no bairro da Boca do Rio, tomaram um susto com a ruptura de uma contenção em solo grampeado.

O rompimento causou um deslizamento de terra no fundo do condomínio e três carros que estavam estacionados foram atingidos pela terra. Um deles, um Peugeot branco, acabou ficando preso. Segundo moradores, a contenção rompeu por volta das 23h desta quinta e alguns chegaram a pensar que o barulho havia sido de um trovão. A Defesa Civil de Salvador (Codesal) esteve no local para fazer vistoria.

De acordo com a Codesal, as chuvas que atingem Salvador nas últimas 72 horas se devem à atuação de uma convergência de umidade, o que ocasiona chuvas intensase acumulados acima de 150mm nas localidades de Nova Esperança, onde choveu 171,2mm nos últimos três dias, retiro (163,6mm), Caminho das Árvores (158mm), Castelo Branco (155,8mm) e Palestina (155,8mm).

Por conta desse quadro, o nível de alerta, a Codesal saiu do nível 2, de atenção, para o nível 3, para alerta. Em castelo Branco, o alerta foi sonoro. Na comunidade de Moscou, as sirenes que avisam sobre o risco de deslizamentos de terra foram acionadas pela no final da manhã desta sexta-feira.

Compartilhar